0%
Escolha uma Página

Da ausência paterna ao vício em redes sociais, conheça mais Stromae, o artista que aborda em suas letras críticas sociais relevantes e traz influência do funk carioca em seu novo álbum

Aqui no Brasil e no mundo Paul Van Haver, mais conhecido pelo nome artístico Stromae ficou conhecido pelos sucessos “Alors on dance”, que é uma das músicas mais utilizadas no tik tok e “Papaoutai”.

Paul é filho de um pai tutsi ruandês e de mãe belga, quem escuta as músicas dançantes do cantor muitas vezes não imagina a profundidade visceral de suas letras.

Em todos seus trabalhos o artista traz à tona assuntos de grande importância de cunho político e social, com influências de ritmos latinos e africanos, além disso  vale a pena conferir também os vídeoclipes de suas músicas.

Depois de um hiato que durou uma década, causado por esgotamento emocional, ele volta com tudo em janeiro de 2022 com álbum “Multitude” para felicidade de seus fãs.

Em “Multitude”, é possível notar a influência do funk carioca, como relatado em uma entrevista pelo próprio cantor  assim como samba, blues, o funk, ritmo marginalizado, está conquistando o mundo. O album já alcançou primeiro lugar nas paradas oficiais da Bélgica, França, Suiça e Holanda, no Metacritic conta com 85 pontos, site que aponta crítica especializadalugar na Bélgica e França,

 

“Papaoautai” fala sobre pai ausente

Podemos notar facilmente ao nosso redor a presença de mães que criaram filhos sozinhas, pais pouco presentes ou os que fazem o básico, muitas vezes menos, mas posam como pais zelosos nas redes sociais, os famosos “pais de Instagram”, infelizmente isso é um dos males da nossa sociedade patriarcal que favorece muito os homens.

Papaoautai, significa “Papai, onde está você?” é faixa do segundo álbum do artista “Racine Carrée” faz crítica sobre ausência paterna.

“Todo mundo sabe como fazer bebês, mas ninguém sabe como fazer papais”

O vídeo da música traz um pai indiferente, que é literalmente um boneco, e não dá atenção a seu filho, que esta sempre a procura da companhia do seu pai.

Nos shows o cantor faz a mesma performance, a coreografia é contagiante, foi um dos vídeos mais vistos no Youtube na época de seu lançamento.

O próprio Stromae não teve pai presente, não por irresponsabilidade, infelizmente ele foi brutalmente assassinado em Ruanda durante o genocídio que ocorreu em 1994 , tragédia que foi impulsionada pela Bélgica que colonizou o país africano, causando esse lamentável conflito entre entre tutsis e hutus e a morte de mais de 800 mil pessoas.

Polémica da sátira do jornal francês Charles Hebdo

Em 2016 o polémico Charlie Hebdo fez uma sátira infeliz sobre os atentados em Bruxelas e o assassinato do pai do cantor, a capa trás o Stromae, no fundo a bandeira da Bélgica e acima a frase “Papai onde está?” (em referência à música “Papaoutai”). Ao redor dele, membros do corpo e as palavras: “Aqui”, “Aqui também” e ” Lá”

Pessoas próximas de Stromae ficaram indignadas e ofendidas, de acordo com a publicação belga Het Nieuwsblad, não apenas pela caricatura do artista, mas também porque o pai dele morreu no genocídio em Ruanda e corpo dele foi encontrado decapitado.

capa do jornal francês charlie Hebdo com referência aos ataques em Bruxelas causa polêmica nas redes sociais (Foto: Reprodução/ Facebook/ Charlie Hebdo

“Fils de Joie” fala sobre preconceito e hipocrisia em relação as profissionais do sexo e tem influências do funk brasileiro

“Fils de Joie”, significa “Filho da diversão” traz à tona vida uma garota de programa na ótica de seu filho, relata entre outras coisas a hipocrisia das pessoas que a cercam.

“Eu sei que é seu trabalho, mas tenho que fazer o meu, não é?
A diferença entre o seu e o meu é que eu pago impostos

A faixa  mistura música barroca com batidas de funk carioca, outra faixa que traz a influência do ritmo brasileiro é a música “Mon amour”,

foto: TF1

“Mas ei, deixem minha mãe
Sim, eu sei, é verdade que ela não é perfeita

Ela é uma heroína e sempre será com orgulho

Que falarei dela, que falarei dela

Eu sou um filho da puta como eles dizem”

“Carmen” faz crítica as redes sociais

A letra da faixa “Carmen” do álbum “Racine Carrée”, de 2013, ganhou um vídeo feito inteiramente em animação para retratar a forte e muitas vezes negativa influência das redes sociais no nosso cotidiano.

O vídeoclipe conta história de um de um inocente pássaro azul referência ao Twitter, que se transforma de um animal encantador para um monstro gigante e ameaçador que afasta completamente o Stromae dos amigos, namorada sem que o mesmo perceba e causa uma espécie de apocalipse.

“E em todos que te curtem
Os sorrisos falsos muitas vezes cortam como hashtags

Amigos da rede social ou seguidores?

Você errou, você só tem números”

“Tous les Memes” traz uma crítica a generalização do que é ser homem e mulher

O que é considerado “feminino” do que é considerado “masculino”?
“Tous Les Memes” significa “Todos iguais” é mais uma faixa do álbum “Racine Carrée” e faz uma crítica social a visão generalizada do que é ser um homem e o que é ser uma mulher de uma forma irônica.

Além disso é um dos melhores videoclipes do artista, estrelado por ele mesmo; nele, ele se veste metade do corpo como um homem, metade como uma mulher, mostrando dois lados da vida de um casal, o jogo de luz também é incrível, quando está na ótica masculina podemos notar que o vídeo ganha tonalidade verde e na ótica feminina rosa.

“L’enfer” fala sobre solidão e depressão

L’enfer (inferno) fala sobre solidão, depressão e pensamentos suicidas, problemas também enfrentando pelo próprio artista.
Segundo ele, o hiato surgiu como resultado de problemas de saúde mental com os quais ele estava lidando.

“Às vezes, tenho pensamentos suicidas e não me orgulho disso
Às vezes sinto que seria a única maneira de silenciá-los

A música estreou durante numa performance uma entrevista para um telejornal francês, é o segundo single do seu último álbum “Multitude”.

Em entrevista telejornal, o cantor fala sobre influência do funk no seu novo albúm “Multitude”

“Formidable” fala sobre as dores de um coração partido após separação e traz performance genial

Formidable, mais uma canção do álbum “Racine Carrée”  fala de um coração partido, segundo o próprio artista é uma das letras mais tristes que escreveu.

O vídeo da música foi gravado nas ruas da Bélgica, num dia chuvoso, onde o cantor faz uma performance genial, ele finge que está bêbado, interage com as pessoas com trechos da canção como: “Oh bébé, oups mademoiselle J’vais pas vous draguer, promis juré ” ( ops baby, ops senhorita, não vou dar em cima de você, eu prometo, eu juro) caindo pelas ruas cantando trechos da música numa espécie de pegadinha.

As reações das pessoas são as mais variadas, algumas tentam ajuda-lo, um policial pergunta se ele está bem e diz que é fã do cantor.

“Santé” celebra profissionais que não são devidamente reconhecidos

Primeiro single do seu último álbum “Multitude”, significa “Saúde” em português, traz ritmo cubado misturado com hip-hop, a letra é um brinde aos profissionais essenciais, pessoas que trabalham na limpeza, cozinha, hospitais que muitas vezes não são devidamente reconhecidos e celebrados.

“Pela primeira vez, gostaria de levantar meu copo
Para aqueles que não tem”

“Um copo para os campeões das piores horas”

 

“Mon Amour” o machismo na ótica do homem que trai a namorada e sempre busca justificativas rasas

A música traz influência do funk carioca, “Mon Amour” é o último single do seu novo álbum ” Multitude” tem participação da cantora cubana Camila Cabello, a música fala sobre machismo na ótica do homem que trai a namorada e sempre busca justificativas rasas.

No videoclipe divertidismo, Stromae e Camila, protagonizam Reality Show a la ” De Férias com Ex”.

Videoclipe da música “Mon Amour”